Sem categoria

#7DOS: AS CAPAS MAIS BONITAS

capas mais bonitas
O desafio de hoje é um dos meus preferidos. Não por ter muitas capas para vos mostrar, mas porque, na verdade, acho piada quando alguém fica muito ofendido ao ouvir que as pessoas julgam os livros pela capa. Como se fosse crime! Como se fosse uma ofensa! Bem, quer queiram admitir quer queiram fingir que nunca o fizeram, todos julgamos as coisas pela capa. Se uma capa for bonita vamos olhar para ela e interessar-nos imediatamente, mesmo que depois o conteúdo não seja assim tão entusiasmante. Claro que a capa não é o mais importante. O que importa é o conteúdo. Mas uma capa bonita torna o conteúdo mais apelativo, na maior parte das vezes.

Eu até tento não julgar muito os livros pela capa, principalmente porque há editoras em Portugal que gostam de inventar muito nas capas mesmo que não se relacionem com os livros e também porque às vezes os músicos também gostam de inventar nas capas. Mas já comprei livros pela capa. Foi um em específico, na verdade. Achei-lhe piada, porque o livro vinha dentro de uma caixa de cartão igual à capa, que fechava com um íman. Arrependi-me da compra, sinceramente. A história era aborrecida, o livro não era assim tão interessante quanto parecia… doei-o. CDs nunca comprei pela capa. Esses é sempre pela música.

Mas voltando ao desafio de hoje. Decidi escolher quatro capas, duas de livros e duas de CDs. Foram as primeiras capas de que me lembrei e, por isso, nem pensei muito mais no assunto.

capas mais bonitas

A capa do Boy, o álbum de 1980 dos U2, é uma das minhas preferidas. Esta versão, na verdade, tem uma capa em cartão por fora e o álbum duplo está numa espécie de livrinho. É das minhas preferidas, talvez pelo significado de todo o álbum.
Já vos falei do One More Light, o álbum dos Linkin Park que saiu no ano passado, mas nunca tinha mencionado o quanto gosto desta capa. Não só por ser uma fotografia ao pôr-do-sol, numa das minhas luzes preferidas, mas porque é uma fotografia que me deixa feliz. 
capas mais bonitas
Falei-vos sobre A Parisiense, de Ines de la Fressange, no ano passado e a verdade é que continuo a adorar a capa. A ilustração e as letras em dourado são pormenores que tornam esta capa realmente bonita.
Quem disser o contrário é porque tem razão, do Mário de Carvalho, também tem uma capa maravilhosa, totalmente alusiva ao conteúdo do livro e em cores que adoro.

8 Comentários

  • Reply
    Carolina.
    23/03/2018 at 09:04

    Julgo muito os livros pela capa, no sentido literal, e gosto de procurar a edição com a capa mais bonita, confesso!

  • Reply
    Diana Domingues
    23/03/2018 at 09:16

    adorei o post!!
    beijinhos

    |último post|
    http://eyeelement.blogspot.pt/2018/03/rode-hip-seed-oil-ordinary.html

  • Reply
    Inês
    23/03/2018 at 09:29

    Por acaso, em relação aos cd’s, o que me cativa mais (tirando a música porque, tal como tu, também só compro cd’s pela música) são os discos. Há imagens super giras! Mas a nível de capas, acho que as que mais gosto na minha coleção são a Rush of Blood to The Head (Coldplay) e a Supermodel (Foster The People).
    De livros, não há como negar: Monstros Fantásticos – o argumento, e Harry Potter e a Pedra Filosofal na edição especial de Ravenclaw 🙂

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      24/03/2018 at 19:15

      Quero muito essa edição de HP e a Pedra Filosofal (na verdade, quero a de capa dura e a de capa mole, o que a minha carteira não aprecia!)!!!

  • Reply
    Shizuka Gomes
    23/03/2018 at 11:39

    Adoro a capa "A Parisiense". Está super linda. É daqueles livros que dá vontade de comprar mesmo sem saber do que é que se trata a história.
    Também gosto bastante da capa do cd dos LP. Sinceramente não é das minhas preferidas deles, mas a foto está super bonita e acho que se enquadra na perfeição com o tipo de músicas do albúm :)***

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      24/03/2018 at 19:17

      Eu ia incluir várias capas dos LP, mas depois achei que era melhor não e optei pela mais recente!

  • Reply
    Tim
    23/03/2018 at 13:28

    A Parisiense quero tanto 😀

  • Reply
    Joaninha
    23/03/2018 at 17:12

    Boy!!!! Uma das minhas capas de CDs favoritas de sempre, também, olha só para a carinha do miúdo, como ficar indiferente, principalmente, depois de conhecer a história!!!
    Os livros que escolheste são mesmo aprazíveis à vista, realmente.
    As minhas capas favorita são a da edição especial de Harry Potter and the Order of the Phoenix, a da edição especial de um livro da Agatha Christie e a do livro que a Cherry me ofereceu sobre Hercule Poirot!

share your theory

%d bloggers like this: