Sem categoria

DIÁRIO DE ESCRITA #8: MESES DEPOIS

diário de escrita - meses depois de terminar um livro
Terminas o livro que estás a escrever. Choras horrores. Fazes uma merecida e necessária pausa de umas semanas. Regressas para a primeira edição. Guardas a primeira versão e adicionas uma segunda versão, para alterares a ordem de alguns acontecimentos e corrigires algumas coisas. Terminas com satisfação, sabendo que é o teu melhor trabalho. Começas a enviar propostas a várias editoras. Ou não recebes resposta ou não recebes resposta positiva. Stressas. Temes algum equívoco em relação à qualidade do que escreveste. Temes nunca publicar. Ponderas escrever uma continuação. Começas essa continuação. O teu computador avaria e a continuação ficava parada. Regressas. Ponderas se vale a pena escrever a continuação. Tudo o que leste, viste e ponderaste desde que terminaste a primeira versão, há mais de nove meses, enche-te de questões. Começas a ponderar mudanças que tornarão a histórias mais rica, interessante e poderosa. Também ponderas se essa vontade de mais mudanças se prende com o facto de ainda não saberes como ou se vais publicar. Sabes o tipo de publicação que não queres. Sabes que esta história merece tudo. Sabes que consegues melhor. E se consegues melhor por que raio não fazes melhor? Só não deixes que Vinte e Um seja a tua Sagrada Família. Até porque há muitas histórias que ainda tens para contar.
E, assim, meses depois, vem mais um diário de escrita. Ninguém disse que era fácil. Ninguém disse que seria tão difícil.

4 Comentários

share your theory

%d bloggers like this: