Sem categoria

LIVRO VS. FILME: UM DIA

one day - david nicholls
Eu bem desconfiei de que algo não podia estar bem quando algo que eu esperava que acontecesse finalmente aconteceu, mas demasiado cedo. Eu desconfiei. Mas deixei-me estar, confiante. Até que acontece algo e eu fico a olhar para o ecrã do Kindle, quase em choque. Senti que o David Nicholls me tinha enganado. Mas tudo bem. Porque gostei muito da história do Um Dia, o meu primeiro livro de 2019.
Então vamos lá a isto! O Um Dia passa-se no dia 15 de Julho, mas ao longo de 20 anos, a começar em 1988. É a 15 de Julho de 1988 que Emma Morley e Dexter Mayhew se conhecem. É o dia em que terminam a universidade, já beberam demasiado e o álcool faz com que conversem muito e haja alguns beijos. A partir daí, todos os anos, nessa data, ficamos a saber como está a vida deles, se ainda são amigos, se estão bem ou mal da vida, o que aconteceu naquele ano.

A escrita do David Nicholls é fluída, tem sentido de humor e, no caso deste livro, funciona um bocadinho como se fosse um guião, sem grandes descrições do ambiente em redor, apenas da vida de cada personagem, algo que me agradou. Há, claro, o tal twist que me apanhou um pouco desprevenida, mas gostei muito do livro. O Dexter foi uma personagem que foi crescendo no livro e em mim. Houve alturas em que quis dar-lhe um estalo, porque parecia que ele só tomava decisões erradas. Em contrapartida, houve momentos em que só queria abraçá-lo e dizer que ia ficar tudo bem.

O filme é uma adaptação muito boa, possivelmente porque foi o próprio David Nicholls a escrever o guião. Nem tudo o que está no livro está no filme, mas confesso que não há nada do livro de que sinta muita falta no filme. É muito bom quando assim acontece, não acham? Também adorei ver a Anne Hathaway e o Jim Sturgess como Emma e Dexter. Gostei de ver a ligação deles no livro transparecer perfeitamente no filme e acho que o Jim Sturgess conseguiu ser o Dexter que eu odiei e o que eu amei sem qualquer problema.
Acho que não podia ter começado melhor o ano a nível literário. No resto nem por isso, mas nos livros não me posso queixar. Venha o próximo!
Livro
Título original: One Day
Autor: David Nicholls
Ano: 2009

Filme
Título original: One Day
Elenco: Anne Hathaway, Jim Sturgess
Realizador: Lone Scherfig
Guião: David Nicholls
Ano: 2011

5 Comentários

  • Reply
    Letícia Gabriela
    07/01/2019 at 14:05

    Este é dos livros que tenho parado na minha estante desde que estava no secundário… ou seja, já tem mais de 6 anos ali paradinho. É dos livros que tem tudo para eu adorar mas, naquela altura, como a leitura desse livro era uma coisa obrigatória, acabei por não o apreciar devidamente. Talvez este seja o ano de pegar nele de novo… depois de ler este post, a vontade ficou cá! 🙂

  • Reply
    Andreia Morais
    07/01/2019 at 22:01

    Confesso que não conhecia o livro, mas a abordagem deixou-me curiosa! Há sempre um frio na barriga quando assistimos às adaptações cinematográficas, no entanto, sabe pela vida quando percebemos que o essencial está lá, ao ponto de não sentirmos falta de certas passagens *-*
    Acho que vou acrescentar ambos à minha lista

    Que tudo o resto se componha <3

  • Reply
    Andreia Morais
    07/01/2019 at 22:02

    r: Muito, muito obrigada, de coração! É mesmo gratificante ter esse retorno *-*

  • Reply
    Carolayne T. R.
    10/01/2019 at 13:38

    Este foi um dos primeiros livros que ocupou aquela que, hoje, é a minha estante recheada. Estava a gostar demasiado da história, quando descobri que havia uma adaptação… E o que é que eu fui fazer, feita doida? Fui ver o filme ANTES de terminar a leitura e o choque foi tanto, que o livro está para ser terminado até hoje, passados uns sete anos…. Ainda tentei relê-lo em 2017, mas em vão, não me identifiquei tanto quanto da primeira vez. No entanto, gostei muito daquilo que li e quero MESMO pegar noutras obras do David Nichols!

    Beijoooooo,
    LYNE, IMPERIUM BLOG

  • Reply
    Patrícia Lobo
    12/01/2019 at 15:55

    É mais um dos livros que junto à lista de desejos para 2019 🙂
    O facto do livro se passar no mesmo dia, ao longo de 20 anos, parece-me muito interessante!

share your theory

%d bloggers like this: