Blogosfera Vida

Calendário Editorial: O que é e como usar [freebie]

26/12/2020
calendário editorial grátis

Nos últimos anos tornei-me fã do uso de calendários editoriais. Para muitos, o calendário editorial é algo que soa inflexível ou complicado. Para mim, é muito flexível e simples.

Este ano, além de usar o Google Calendar como uma espécie de calendário editorial decidi criar o meu próprio ficheiro, onde pudesse ter tudo junto, incluindo ideias soltas. Continuo a apontar coisas no Google Calendar, mas sinto que este tipo de calendário editorial me tem ajudado ainda mais.

Nas últimas semanas, enquanto fazia o meu próprio calendário editorial para 2021, comecei a preparar esta publicação para ti, com um miminho de agradecimento pelo apoio. No final da publicação, podes fazer download do ficheiro do meu calendário editorial. Mas, antes disso, vou explicar-te tudo sobre o calendário editorial e como o uso para me ajudar.

O que é um calendário editorial?

Um calendário editorial não é mais do que um calendário ou uma tabela onde apontas os conteúdos que planeias fazer e publicar em determinado período de tempo.

É usado com os mais variados propósitos: para publicações em blogs, publicações em redes sociais, vídeos no Youtube, newsletters, episódios de podcasts… enfim, para tudo o que exija conteúdos.

Como utilizo o calendário editorial

Para mim o calendário editorial só faz sentido se for um método de organização simples e não uma verdade universal. Por isso, o que eu faço é deixar que as datas sejam flexíveis e não ficar demasiado chateada se mudo de ideias em relação a publicações.

Neste momento junto blognewsletterpodcast no mesmo calendário editorial, mas podes ter um para cada vertente que queres trabalhar. Eu prefiro assim, porque sinto que estas três formas de conteúdo se complementam.

Também podes ter um calendário editorial digital ou físico. Eu descobri que me entendo melhor com o formato digital, mas tenho um calendário na agenda onde escrevo na mesma quando publico algo ou quando envio uma newsletter. É deste calendário digital de que te vou falar hoje.

O meu ficheiro em análise

Criei o meu calendário editorial em formato .xlsx, ou seja, criei uma planilha no Excel. É um ficheiro que é sincronizado com a drive, portanto posso aceder-lhe em qualquer parte, mesmo sem o meu computador.

Na primeira folha do ficheiro, incluí uma visão geral do blog em 2021. Tenho uma tabela com temas e a frequência com que quero abordá-los e outra tabela com objectivos para o blog.

Na segunda página coloquei uma tabela dedicada a algumas estatísticas relacionadas com o blog. Costumo usar um ficheiro separado com o mesmo formato, onde tenho estatísticas de vários anos, mas, como a ideia é várias pessoas utilizarem este ficheiro achei que fazia sentido incluir aqui também.

Dá para adaptar para outro tipo de formato de conteúdo (podcast, Youtube).

Na terceira página tenho o banco de ideias. A tabela é simples, com espaço para apontar a ideia, o tema em que se insere e o formato em que quero concretizar a ideia.

A visão mensal