Crise de Identidade

Crise de Identidade 01: Habemus Podcast!

15/12/2020
crise de identidade podcast

Sim, aconteceu mesmo! Este podcast demorou um ano a passar de uma ideia na minha cabeça para uma gravação no meu computador. Foram precisas dezenas de horas a ouvir outros podcasts e um pequeno abanão mental para perceber que estava na hora de começar a gravar.

Sim, criei mesmo um podcast! Passei meses a dar pistas de que isto ia acontecer e muita gente duvidava, mas não é que ele veio mesmo?

O meu modesto podcast chama-se Crise de Identidade e, neste momento, já podes ouvi-lo em várias plataformas de streaming (incluindo Spotify e Google Podcasts). Se ouves podcasts no Apple Podcasts tens de esperar um bocadinho mais (eu submeti o pedido no dia 1 de Dezembro, mas demora). Ele há-de lá chegar.

O podcast no blog

podcast e o blog são, logicamente, plataformas diferentes, com propósitos diferentes. No entanto, não quero que sejam totalmente independentes. Quando comecei a ouvir o podcast da Michelle Obama percebi que incluía transcrição completa dos episódios, de forma a ser acessível a pessoas com algum tipo de deficiência auditiva.

Até então, no auge do meu privilégio, nunca tinha pensado no assunto. Por isso decidi que, ao criar um podcast, ia ter de arranjar uma forma de ter texto acessível a quem tenha deficiências auditivas. Ora, programas de transcrição são caros e não encontrei uma forma de ter o áudio facilmente transcrito. No entanto li sobre o assunto e percebi que, como escrevo um rascunho do que vou dizer, tinha uma forma simples de ter a transcrição… mesmo não sendo literal.

O primeiro episódio

Como qualquer primeiro episódio, este piloto é dedicado a falar sobre o podcast e sobre mim. Tal e qual como as aulas de apresentação da escola… com a diferença de que desta vez não vai ser preciso fingir que quando for grande quero ser alguma coisa super cool.

Vou começar por falar sobre mim. Chamo-me Sofia, como já disse, tenho 26 anos (what!). Licenciei-me em jornalismo na Escola Superior de Comunicação Social e fiz uma pós-graduação em Marketing Digital na Universidade Lusófona. Neste momento não trabalho em nenhuma das áreas.

Tenho um blog e escrevo umas coisas fora dele, incluindo histórias, livros e até já fiz artigos sobre investimento imobiliário. Adoro ler e os livros talvez surjam muito por aqui. Também adoro batons, séries e o grande Futebol Clube do Porto.

Na ESCS fiz algumas coisas na rádio e depois até cheguei a trabalhar umas semanas numa rádio local, mas nunca pensei que ia acabar a fazer outro podcast.

Acredito que a primeira coisa que vai levantar questões é o nome do podcast e a resposta mais simples é que o título me soou bem. A resposta mais complexa é que me identifico demasiado com o conceito de crise de identidade.

Acredito que ao longo da vida vamos ter várias crises de identidade e acredito também que por vezes somos nós a causá-las. Aquela crise de identidade porque não correspondemos ao que esperavam de nós. Aquela crise de identidade porque percebemos que adoramos duas coisas à primeira vista incompatíveis. Aquela crise de identidade porque queremos criar um podcast. Mas não queremos criar um podcast. Mas até queremos criar um podcast.

Este não vai ser um podcast sobre psicologia, embora ela possa por cá aparecer.

Ao comparar os podcasts de que mais gosto percebi que a maior parte deles é generalista e é isso que quero deste podcast. Falar sobre um bocadinho de tudo, mesmo das coisas que parecem incompatíveis à primeira vista, mesmo daquelas que levantam umas certas crises de identidade.

A minha ideia para este episódio piloto é mesmo que seja um episódio curto, apenas de apresentação, mas quero tentar que os próximos rondem a meia hora de duração – se é que eu tenho coisas para dizer durante tanto tempo.

Como é óbvio estás mais do que à vontade para sugerir temas ou mesmo para partilhar as tuas impressões. Os podcasts não têm feedback tão directo, portanto conto contigo para me procurares nas redes sociais.

Espero que isto não tenha corrido muito mal. E perdoa o possível eco do som. Eu comprei um microfone, mas a casa onde vivo actualmente tem uma acústica horrível. Ah, e por falar em acústica, a música que ouviste no início do episódio chama-se Fuga e é de um artista português espectacular chamado CASUAR: .

Neste momento estão já disponíveis dois episódios, mas sobre o segundo falamos em breve.

Queres saber mais sobre o podcast?

  • Reply
    Os devaneios da Tim
    15/12/2020 at 11:52

    Já estou a seguir no spotify e de certeza que vou adorar. Mt sorte Sofia 😀

  • Reply
    Leonor Moura
    15/12/2020 at 15:38

    Acabei agora de ouvir o 2º episódio enquanto estudava e agradeço toda a partilha, principalmente porque converge com medos e receios que tenho em relação ao futuro – sobretudo porque a nossa área de estudos se toca – e que tento não pensar muito nisso. Recordou-me muito de uma música dos Deolinda de nome “Parva que Sou” e resta-me desejar-te o melhor e muita sorte na tua jornada profissional!
    keep going, estarei cá para ouvir! 🙂

  • Reply
    Andreia Morais
    15/12/2020 at 19:08

    Fiquei tão feliz com esta novidade! Achei que já não aconteceria este ano, mas, afinal, 2020 ainda tem coisas boas *-*
    Adorei ouvir o que já partilhaste, mal posso esperar por ouvir mais

share your theory

%d bloggers like this: