Reviews de Livros

O Ano do Pensamento Mágico [Joan Didion] na Livraria Good Books

22/02/2022
o ano do pensamento mágico joan didion

No início do ano determinei como objectivo literário para 2022 comprar livros em quatro livrarias independentes — uma por trimestre. Não sabia quais seriam todas as escolhas, mas sabia que a primeira escolha seria a Livraria Good Books e que o primeiro livro seria O Ano do Pensamento Mágico, da Joan Didion. De início também ficou bem estabelecido para mim que quando falasse da livraria iria também falar da minha leitura, embora o esquema pensado para tal tenha mudado entretanto.

A pensar no propósito deste objectivo/projecto pessoal — explorar mais livrarias independentes — não vou incluir links de afiliado aqui, apenas ligações directas para o site da livraria. Além disso, depois de falar sobre o livro vou incluir uma secção dedicada exclusivamente à livraria e à experiência de compra na mesma.

 

Esta publicação não é patrocinada.

Trigger warning:
luto

 

O (Devastador) Ano do Pensamento Mágico

Conheci a obra da Joan Didion nas aulas de Jornalismo Literário, no último ano da licenciatura. Apesar do entusiasmo com que o professor falava do livro e de os excertos me terem cativado, fui adiando a compra. Para ser totalmente sincera, não me sentia pronta para ler sobre luto e tinha algum receio de não compreender o livro na totalidade, em todas as suas dimensões, por isso mesmo.

O Ano do Pensamento Mágico é um relato devastador de um processo de luto que Joan Didion não esperava viver. A filha de Joan Didion e John Dunne estava internada, em coma. Depois de uma visita ao hospital, ao jantar, Dunne morre inesperadamente, de ataque cardíaco, o que obriga Didion a lidar com mais do que aquilo que consegue.

Estou a deixar as chaves na mesinha, na entrada, quando me lembro: não está cá ninguém para ouvir estas notícias, nenhum destino onde ir com os planos desfeitos, com os pensamentos incompletos.

O livro é difícil de ler. Joan Didion está constantemente a tentar que a morte do marido faça sentido, a tentar perceber o que podia ter feito para evitar aquele desfecho e é doloroso acompanhar o processo de luto. Ela refugia-se muito na leitura, principalmente de textos científicos que a possam fazer compreender o que aconteceu, e ainda tem de lidar com todos os problemas de saúde da filha (que acabou por morrer algum tempo depois do lançamento deste livro, o que o torna ainda mais triste).

Aquilo que eu esperava de O Ano do Pensamento Mágico era que me destruísse emocionalmente. A expectativa foi cumprida com grande êxito. Embora tenha sentido lágrimas num único momento durante a leitura (na citação acima), assim que fechei o livro após chegar à última página, tentei assimilar o que tinha acabado de ler e chorei. Não sei como superaria a morte de uma pessoa da minha vida, mas este também não é o livro que dá o passo-a-passo de como fazer luto. Não é esse tipo de livro. O Ano do Pensamento Mágico é um livro sobre um processo de luto, que acredito que ajude outras pessoas em luto a sentirem-se menos sozinhas.

Outros livros do autor

O próximo livro da Joan Didion que quero ler é o livro que ela escreveu após a morte da filha (muito masoquismo deste lado), com título em português Noites Azuis (ou seja, Blue Nights na versão original).

Se gostaste deste, vais gostar de...

Ainda não li, mas, sobre luto, quero muito ler Notas sobre o Luto, da Chimamanda Ngozi Adichie.

A Livraria Good Books