Tecnologia Vida

31 Dias de Duolingo

31 dias de duolingo

Um dos meus objectivos para Janeiro era fazer quinze minutos de aula no Duolingo todos os dias. O objectivo correu muito bem e, por isso, achei que fazia sentido falar-te da experiência destes 31 dias de Duolingo.

O que é o Duolingo?

Duolingo é uma plataforma online, com site e aplicação móvel, que permite, de forma gratuita, aprender várias línguas. Para tal só precisas de criar uma conta e escolher a língua ou as línguas que queres aprender, com base naquela que já sabes falar.

Infelizmente, não existe Português Europeu, apenas Português do Brasil, mas, ainda assim, não é um impedimento para começares a aprender uma língua nova ou reaprenderes uma que esqueceste.

Que línguas posso aprender no Duolingo?

Para quem apenas fala português há apenas seis línguas que podes aprender. São elas:

  • Alemão
  • Espanhol
  • Esperanto*
  • Francês
  • Inglês
  • Italiano

Se falares inglês, tens uma lista mais alargada de línguas que podes aprender. Tais como: espanhol, francês, alemão, japonês, italiano, coreano, mandarim, russo, português do Brasil, árabe, turco, holandês, sueco, híndi, grego, irlandês, polaco, alto valiriano**, norueguês, hebraico, latim***, vietnamita, havaiano, dinamarquês, romeno, checo, galês, indonésio, suaíli, klingon***, húngaro***, ucraniano, navajo***, esperanto e gaélico escocês.

* O Esperanto é uma língua artificial, criada para facilitar a comunicação entre todas as pessoas do mundo. As aulas estão ainda em versão beta. Para saberes mais sobre esta língua podes ler este artigo.

** Sim, a língua que se fala em Game of Thrones!

*** Estas ainda em versão beta.

Que língua(s) estou a aprender?

Quando comecei no Duolingo, há quase três anos, tive uma estratégia que correu mal: queria começar aulas de tudo. Como é óbvio, não foi a abordagem certa. Prova disso é que aprendi pouco e passei meses sem lá meter os pés.

Na altura tinha já começado a aprender alemão e a rever conceitos mais gramaticais de inglês, por isso foi com estas duas que decidi continuar agora.

No caso do inglês, tendo em conta o nível de inglês que já tenho, tem sido mais uma forma de exercitar a língua além dos livros. Como já sabia a língua houve a possibilidade de fazer uma espécie de teste inicial para passar algumas aulas à frente e aquilo que tenho feito é precisamente focar-me nos testes para saltar níveis e nas histórias, que têm sempre plot twists engraçados. 

No alemão estou a ir com calma, perto de terminar o primeiro módulo. O alemão é uma língua algo complicada, por isso o objectivo é ir fazendo aulas para ficar com algumas bases.

Duolingo

Como está organizado o Duolingo?

Em cada língua tens 5 módulos, cada um com vários temas. Cada tema tem 5 níveis, que vais conquistando à medida que fazes as aulas. Os níveis são desbloqueados à medida que vais avançando nas aulas. Depois de algum tempo de teres passado o nível 5 de um tema ele pode aparecer partido, incentivando-te a treiná-lo.

Os exercícios são simples e dinâmicos: traduzir para português ou para alemão uma frase, umas vezes com ajuda, ouvir algo e escrever, falar, jogos de pares (ligar o termo português ao alemão) e até exercícios em que vês uma imagem e tens de dizer o que está lá representado.

Para cada tema tens uma área com uma explicação da matéria dada. Normalmente esta parte vejo sempre no computador, mas o resto prefiro fazer no telemóvel. Esta área é importante para perceber melhor a gramática e os verbos.

Os meus 31 dias de Duolingo

Para me certificar de que cumpria, de facto, o objectivo determinei 15 minutos no meu dia que seriam destinados à aplicação. Anotei na agenda e no Google Calendar e meti uma notificação para as 21h. A notificação vinha para o computador e para o telemóvel e assim não havia desculpas caso me esquecesse. Muitas vezes fiz as aulas muito antes da hora marcada, mas também aconteceu chegar àquela hora e ainda não ter feito e a notificação me ajudar.

Nestes 31 dias de Duolingo, concluí cinco módulos de alemão, passando de frases básicas como Ich bin eine Frau para coisas mais complicadas como Gemeinsam sind wir stark. Ao longo destes módulos iniciais vão aparecendo algumas palavras complicadas, que dão uma dificuldade extra aos exercícios, mas nada que não se faça.

Próximos objectivos no Duolingo

Para já, o objectivo é manter-me regular no alemão e completar o curso. A aplicação permite adaptar a nossa meta diária, de casual (5 minutos por dia) a insano (20 minutos por dia) e, por agora, vou manter o nível sério (15 minutos por dia), embora muitas vezes faça mais do que a meta.

Depois do alemão, há três línguas que gostava de começar: espanhol, italiano e japonês. Além destas, gostava de voltar ao francês. Tive francês entre o 7.º e o 9.º ano e era boa aluna, mas deixei de praticar e gostava de voltar. Para já estamos em deutsch.

Se tiveres experiência com o Duolingo ou outras aplicações de aprender línguas, conta-nos tudo nos comentários. Tchüss! Bis morgen!

6 Comentários

  • Reply
    Maria
    04/02/2020 at 16:08

    Comecei com essa aplicação para treinar o inglês, que está um pouco enferrujado. Mas não tenho praticado com essa consistência, tenho de me desafiar a fazer um mês seguido.
    Meti os meus filhos a aprenderem inglês no duolingo e foi um sucesso, como é parecido com um jogo eles gostam e ficam bem mais de 15 minutos a treinar esse idioma. Sempre é uma forma de aprenderem alguma coisa enquanto olham para um ecrã

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      07/03/2020 at 22:04

      Não tinha pensado nessa questão das crianças, mas de facto pode ser uma excelente ideia de eles aprenderem algo porque a aplicação é mesmo quase um jogo! Excelente ideia!

  • Reply
    Andreia Morais
    04/02/2020 at 21:24

    Há dois anos, salvo erro, aventurei-me na aplicação, mas depois, como não conseguia manter um ritmo regular, acabei por desistir. Mas gostava de retomar 🙂

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      07/03/2020 at 22:05

      Exactamente o que me aconteceu! De certeza que consegues voltar, devagarinho!

  • Reply
    Joana Sousa
    05/02/2020 at 13:47

    Olha que belo post para me lembrar de ir ao Duolingo ahah! Em Março vou a Berlim e por isso ando a tentar dedicar alguns minutos por dia a aprender alemão, também, e sinto que pelo menos já sei umas palavras. Daí até falar…ahahah pois. Mas é melhor do que nada! Tenho é que me aplicar mais :p mas de facto a aplicação é óptima para começar a aprender qualquer coisa!

    Jiji

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      07/03/2020 at 22:07

      Falar é mais difícil, mas saber umas palavras dá sempre jeito!

share your theory

%d bloggers like this: