Sem categoria

LIFE LATELY: UMA SÉRIE DE COISAS ALEATÓRIAS

life lately
Estava aqui a pensar numa boa desculpa para esta minha ausência de mais de uma semana e tenho de vos dizer que não sei como é que se dão desculpas destas. Para dizer a verdade, não tenho escrito (nadinha) porque não me apetece, porque não tenho força, porque ando cansada. Mas isso não é uma desculpa. E não me sinto propriamente culpada, mas queria chegar aqui e dizer qual o motivo desta pausa. Só que não sei explicá-lo. Em vez disso, venho fazer algo que não faço aqui há séculos: vou contar-vos o que se tem passado na minha vida. Não tudo, claro. Algumas coisas de que quero falar, mas que não têm assim tanto que dizer.

No final de Março, fiz uma formação de 25 horas em Relações Interpessoais. O tema não é novo. Lembro-me dele das aulas de Psicologia, no 12.º ano. O contexto é que foi novo. Ser a mais nova numa sala em que a maior parte das pessoas tem idade para ser minha mãe não é a coisa mais entusiasmante da vida, mas a formação foi boa e interessante.
Entretanto, só terminei um livro e não tenho lido muito, por isso dediquei-me a regressar a Suits e só comecei este fim-de-semana o livro de que vou falar no Uma Dúzia de Livros. Quanto a Suits… terminei a 3.ª temporada no Verão e depois não voltei a pegar, por isso desta vez vi o resto, até ao final da 7.ª temporada. Ainda não vi a 8.ª, mas hei-de lá chegar. Em séries, terminei ontem Dogs, que é só a série mais fofinha que podem encontrar na Netflix. Talvez ainda fale dela em mais detalhe. Na sexta-feira vi o The Perfect Date, o mais recente filme do Noah Centineo. É uma comédia romântica com pouco que se lhe diga e em que o melhor é mesmo ver o Noah, mas é boa para passar o tempo. Ah, e lá pelo meio mencionam o George Costanza e eu ri muito com isso.
Noutro tipo de conteúdos, tenho ouvido podcasts. Só consigo ouvir com atenção quando vou caminhar com a Lady ou quando estou a cozinhar, mas tenho ouvido o De Conversinha com o Ex, da Debbie e do Fê, e o Ele Bem Tentou, do João Costa. Gosto de ouvir pessoas conversar e tem sido uma boa opção para ouvir nas caminhadas mais longas, excepto na de ontem, em que fui a ouvir o relato do FC Porto. Prioridades! No Instagram já me recomendaram mais alguns, mas aceito mais sugestões.
Depois de ter passado o mês de Março praticamente todo a sofrer com crises de sinusite, esta semana fui fazer um raio-x e ainda preciso de fazer análises para determinar tudo a que sou alérgica e poder melhorar o tratamento, além de precisar de perceber se a sinusite é algo que poderei tratar de forma mais definitiva ou não. Sou um bocadinho hipocondríaca, mas não há-de ser nada. Noutro ramo de saúde, desta vez mental, as coisas não andam muito positivas por isso também tenho escolhido não falar demasiado. Tem havido muitas coisas a complicar-me a vida (um dia talvez fale delas, but not now) e não tem sido fácil lidar com tudo. Nada fácil.
Por causa disso, decidi começar o desafio de 21 dias de journaling da Filipa Maia. Sinto que tudo o que tenho feito não está a resultar e, por isso, vou tentar algo diferente para aliviar a mente. A Filipa tem um curso gratuito com esse desafio, por isso podem perceber melhor o conceito aqui. Dependendo de como correr o desafio, posso falar dele mais tarde, quando terminar.
Ainda há outra coisa de que queria falar… o Youtube. Não voltei a fazer vídeos desde Dezembro e não sei quando vou voltar. Gosto de os fazer, mas acho que não tenho nada novo ou diferente a partilhar e, por isso, acabei por decidir ficar em pausa por lá por mais uns tempos. Não quero fazer vídeos só porque sim, não quero fazer só tags e coisas do género e neste momento não tenho conteúdo para vlogs, pelo que acho que é melhor fazer vídeos ocasionais mas com alguma coisa a fazer muitos vídeos sem gostar deles. Vou focar-me em ter ideias para o blog, que já é trabalho para muitas horas! E já que estamos em blog… o conto deste mês só deve chegar perto do fim. Ainda não o comecei e na próxima semana tenho outro trabalho mais importante a entregar, por isso só depois é que me vou focar no conto.
Portanto, resumindo, não estou numa fase fácil e por isso é que as publicações aqui abrandaram. Esta semana a situação deve começar a voltar ao normal, enquanto eu tento lidar com tudo o resto. Se isto fosse em vídeo, seria certamente um maquilha e fala. Como é texto é uma espécie de escreve e desabafa. Mas contem-me: o que têm feito? Têm visto/lido/ouvido coisas interessantes?

5 Comentários

  • Reply
    -Valéria
    14/04/2019 at 16:22

    A inspiração há de chegar linda.
    Bom resto de fim de semana.
    Beijinhos 🙂
    https://www.dailyvlife.com

  • Reply
    Andreia Morais
    14/04/2019 at 20:10

    Estou deste lado a torcer para que tudo melhore ♥
    Tenho mesmo que me dedicar a Suits. Quanto aos podcasts, não sei se fazem o teu género, mas recomendo o Sozinho em Casa [Guilherme Geirinhas], o Ask.tm [Pedro Teixeira da Mota], Ar Livre [Salvador Martinha] e Traz Cerveja [Diogo Faro e Pedro Durão].
    Fiquei curiosa com o o desafio de 21 dias de journaling da Filipa Maia!

    Força, minha querida!

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      17/04/2019 at 11:02

      Ena, tantas sugestões! Vou experimentar todos!

      Muito obrigada!!! Vou ver se os 21 dias de journaling ajudam e depois falo deles aqui!

  • Reply
    Patrícia Lobo
    19/04/2019 at 11:46

    Todos nós temos vontade de nos "retirar" por um pouco, seja em que situação ou contexto for. Neste momento, também não ando muito dedicada ao blog, nem à leitura. Pelo que a única coisa que tenho feito é trabalhar, estar e brincar um pouco com a Camila e dormir. Nada de muito empolgante. Mas este tempo também não ajuda, ahah.
    Quero ver se quanto o sol voltar, começo a fazer umas boas caminhadas, como fazia o ano passado.

    Enquanto isso, espero que as coisas melhorem do teu lado. Mas não sintas pressão. Tudo tem o seu tempo 🙂

    Beijinho enorme

share your theory

%d bloggers like this: