Vida

COMBOIOS QUE PASSAMOS A VIDA A PERDER

comboios que passamos a vida a perder

Vamos imaginar a seguinte situação: precisas de apanhar um comboio e, na estação mais próxima, só passam dois comboios. Um vai para Destino De Sonho e o outro vai para Destino Já Visto. Ora, num mundo normal, se queres apanhar um comboio é possível que vás à internet ver o horário. Mas neste mundo não funciona assim. Cada comboio passa a horas aleatórias, em dias aleatórios. Tens de estar sempre a tentar a tua sorte.  

Ora, vieste do Destino Já Visto há pouco tempo e decidiste que está na hora de finalmente ires para o Destino de Sonho. Todos os dias tentas comprar bilhete mas já não há. Tentas apanhar o comboio de qualquer forma mas chegas sempre depois de ele sair. Em algumas vezes ainda consegues vê-lo e tentas correr para o apanhar mas só te cansas e ficas em terra.    

Vão passando dias. Semanas. Meses. As pessoas começam a cobrar-te o facto de não conseguires sair da merda da estação. “Mas não consegues apanhar um comboio que seja??? Deve haver algum!” E insistem. “Se não há esses comboios então apanha um autocarro para perto. Vai a algum lado.” Mas tu queres o comboio, até porque os autocarros não estão a funcionar muito melhor. Sabes que mereces o comboio para o Destino De Sonho. Mas raios partam a tua pontaria de merda!

Há uma vez em que quase o apanhas, ainda chegas a entrar, mas és expuls@ uns metros depois. Não há lugar para ti naquele comboio. Passam mais dias. Semanas. Meses. Ainda tentas apanhar o comboio, mas já não acreditas que o vais apanhar e na maior parte das vezes acabas a chorar na estação, a amaldiçoar a vida, o comboio, a viagem, o Destino De Sonho e o Destino Já Visto. Não dizes a ninguém que choras porque já ninguém acredita que vais sair dali.

Um dia estás na estação e pára um comboio. Ainda tem lugar para ti, mas vai para o Destino Já Visto e o objectivo é ires para o Destino De Sonho. Não podes desviar-te outra vez, porque o tempo urge. O revisor pergunta se queres entrar. Ficas tentad@, mas recusas. Tens de manter o foco, acreditas. Mesmo que saibas que podes ficar a pensar naquela viagem.

Começas a ponderar dar umas voltas de autocarro durante uns tempos e só depois voltar a tentar o comboio. Chegas a um lugar pequeno. Até gostam de ti, mas não consegues deixar de pensar que não queres ficar ali muito tempo. As viagens de autocarro duram pouco, embora se ofereçam para te dar umas viagens de bicicleta ou assim. Ponderas aceitar. Sempre é uma viagem.

Mas depois passas, sem querer, na estação. Está um comboio à tua espera. Quer saber se queres ir até ao Destino Já Visto. Recusas. O revisor insiste. Deixa-te a pensar. Viras costas. Andas uns metros. Voltas a olhar o comboio. E se tens de apanhar este comboio? E se precisas mesmo de apanhar o comboio para o Destino Já Visto? E se é esse o comboio que vai fazer-te acreditar novamente?

7 Comentários

  • Reply
    Sónia Rodrigues Pinto
    07/06/2019 at 10:25

  • Reply
    Inês
    07/06/2019 at 10:49

    Às vezes temos de apanhar o comboio para o Destino Já Visto porque é lá que fica o terminal com todas as carruagens para o Destino de Sonho, à espera para partirem.

  • Reply
    Andreia Morais
    07/06/2019 at 18:51

    É frustrante voltar atrás, retomar a mesma rota outra vez, mas, por vezes, é mesmo esse o nosso destino. Porque, quando olhamos melhor, percebemos que ainda não vimos tudo!

    Adorei, Sofia ❤

  • Reply
    Patrícia Lobo
    09/06/2019 at 08:04

    Este texto deixou-me de lágrimas nos olhos. Porque estou neste mesmo dilema. Não o que fazer, não sei qual é a escolha certa. O problema é que estou parada e não ando nem para trás, nem para a frente. As tuas palavras fizeram-me acreditar um pedacinho mais. Obrigada, Sofia ?

  • Reply
    Os devaneios da Tim
    10/06/2019 at 15:01

    Que saudades tinha de te ler Sofia 😀

  • Reply
    Mary
    11/06/2019 at 14:36

    Às vezes precisamos de voltar atrás, de voltar a ver e a sentir o mesmo. Quem sabe não reparemos em coisas que não tínhamos visto antes.
    Este texto está incrível, incrível. Adorei!

share your theory

%d bloggers like this: