Vida

Obrigada, Chester.

chester benningont

Quando o meu mundo se tornou tão pesado que achei que me ia sufocar, estavas lá para servir de bóia. Quando o barulho de fundo se tornava ensurdecedor, estavas lá para o tornar irrelevante. Quando ninguém parecia compreender-me, estavas lá a cantar as palavras que eu precisava de ouvir. Quando não sabia explicar os demónios que enchiam a minha vida, tu sabias a força que eles podiam ter.

Ao longo de vários anos ensinaste-me sobre luta, sobre saúde mental, sobre força. Encheste as ruas onde vivi de música — há lá outra forma de ouvir música como deve ser sem que se ouça pelo menos na casa ao lado? Encheste o mundo de música.

Hoje, num dia que é difícil para caraças, sinto-me agradecida porque te tivemos. Porque vivi num mundo que conheceu o Chester Bennington. Porque te tive a uns metros de mim. Porque numa das melhores noites da minha vida tu estavas lá.

Às vezes ainda me esqueço de que já não estás aqui. De que a magia de Maio de 2012 não voltará a repetir-se. De que nunca mais vamos ter o privilégio de te ouvir ao vivo, de te ver encher o mundo de luz. Já passaram dois anos, mas ainda parece que estás aqui. Talvez ainda estejas. Em cada música, em cada letra, em cada momento que recordamos de ti.

Obrigada por ter partilhado a tua voz, o teu talento e um bocadinho do teu mundo. Obrigada pelos Linkin Park e pelos Dead By Sunrise, assim como por todas as vezes em que cantaste, seja com quem fosse. Obrigada por tudo o que nos ensinaste sobre a vida. Obrigada por teres estado lá sempre que precisei, mesmo sem saberes. Obrigada pelo Rock in Rio de 2012. Obrigada por todas as causas pelas quais lutaste. Obrigada por teres existido. Obrigada por tudo aquilo que te devemos. Obrigada, Chester.


the worst conversation for me to have is the one I have about myself in between my two ears.

chester bennington




E porque, para mim, só faz sentido assim, termino com algo que já disse muitas vezes. A saúde mental é tão importante como a saúde física. Hoje e todos os dias é importante lembrar isto. Procurem ajuda e tentem ajudar os outros também. E, já agora, recordem o projecto I Am The Change.

4 Comentários

  • Reply
    Diogo Simões
    20/07/2019 at 19:36

    Tão bonito, emocionado e sentido este teu retorno, a nova vida nesta tua “nova” roupagem. Mal posso esperar por o resto

  • Reply
    Joana_LP
    20/07/2019 at 20:44

    saudades do sorriso, da alegria e do carinho que ele nos dava!
    Que post bonito!

share your theory

%d bloggers like this: