Livros

Outono em Livros

Outono em livros

O Outono começou com o calor do Verão e acabou com uma tempestade de Inverno. Foram três meses longos. Começaram comigo a ter três dias de férias, em que não desliguei completamente porque trabalhei em casa. Ai, se soubesse o que sei hoje… E terminaram comigo a ter outro tipo de férias temporárias.

Parece impossível que esta seja a semana do Natal. No entanto, não parece assim tão difícil de assimilar que já seja Inverno. Acho que o facto de ter havido uns dias de tempestade ajudou a entrar nessa onda. O Outono teve poucos livros, algo que me desagrada, mas vamos lá a isto.

Outubro

Depois de um mês de Setembro caótico, exaustivo e absolutamente destruidor de saúde (física e mental), Outubro trouxe-me psicoterapia e fez-me conseguir ter cabeça para voltar aos livros, com calma.

Foi também o mês em que, dois anos depois, conseguimos organizar um jantar de turma da pós-graduação e fomos conhecer Tapas Boa Hora, um bar de tapas muito porreiro, no Bairro Alto, em Lisboa.

Fui conhecer a Aldeia Histórica de Linhares da Beira, senti uma dificuldade tremenda em escrever e fui ao cinema, ver Joker. Feitas as contas, li dois livros e terminei um terceiro, que tinha começado em Agosto.

  • Where'd You Go, Bernadette?, da Maria Semple
  • Enzo - A Vida de um Campeão, de Garth Stein
  • Digital Strategy, de Alexander Rauser

Novembro

Em Novembro fiz 25 anos. Ainda parece mentira. Despachei todas as prendas de Natal com uma antecedência digna de registo, visitei a exposição de Harry Potter, vi a versão live-action do meu filme de animação preferido (A Dama e o Vagabundo) e aproveitei cada sessão de psicoterapia com a certeza de que foi a melhor decisão da minha vida. Terminei o mês a ser despedida, o que é sempre uma boa forma de terminar um mês… ainda por cima o primeiro mês com 25 anos. Pelo meio, li três livros.

  • Sophia, de Isabel Nery
  • A Ansiedade nos Nossos Dias, de Diogo Telles Correia
  • O Meu Irmão, de Afonso Reis Cabral

Dezembro

Com o final de Novembro diferente, Dezembro tornou-se tudo o que eu não esperava. Em Dezembro passei mais de 25 horas em comboios Intercidades. Arrumei e desarrumei tralhas. Deparei-me com a falta de espaço para livros (e com o número absurdo de livros por ler) e vi os Ornatos Violeta no Campo Pequeno. Apesar de tudo o resto, vi mais séries (em atraso) do que li, por isso em Dezembro só tenho mesmo a mencionar o…

  • Milkman, de Anna Burns

Favoritos da Estação

  • O Meu Irmão;
  • Enzo.

Para o Inverno

Estou a ler dois livros, que quero tentar terminar ainda este mês: Aprenda a Poupar JáMais Pesado do Que o Céu. Além disso, ainda quero ler o livro do mês do The Bibliophile Club, que para mim é Geografia, da Sophia de Mello Breyner Andresen. Talvez não dê tudo para os próximos dias, mas são as próximas leituras.

Contem-me tudo: o que leram no Outono? O que planeiam ler no Inverno? Já leram ou querem ler algum dos livros desta publicação?

2 Comentários

  • Reply
    Andreia Morais
    23/12/2019 at 20:14

    Os 25 vão melhor e muito, vais ver. E, não tarda nada, encontrarás outro emprego. Força ♥
    Quanto aos livros, quero muito ler O Meu Irmão

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      23/12/2019 at 20:58

      Muito obrigada! 💙
      Eu gostei muito d’O Meu Irmão! Tens de ler!

share your theory

%d bloggers like this: