Fotografia

4 Factores que me fizeram melhorar na fotografia

19/08/2020

Hoje, dia 19 de Agosto, celebra-se o Dia Mundial da Fotografia. No ano passado a data passou ao lado por estes lados, porque nunca cheguei a terminar o texto que me surgiu na altura, sobre melhorar na fotografia e as semelhanças da fotografia com a vida. Este ano, no entanto, não queria deixar passar a oportunidade de falar de algo de que gosto tanto.

Apesar de sempre ter gostado de fotografia também sempre achei que era meio fraca nessa arte, ou porque o material que tinha à minha disposição não era espectacular ou porque dominava pouco a técnica. Até 2014, há meros seis anos, a minha capacidade fotográfica em telemóvel era uma valente bosta, embora no resto não fosse tão má. Safava-me com a câmara que tinha, uma Fujifilm FinePix S2980. Safava-me, mas tinha plena noção de que precisava de melhorar muito e a partir daí esforcei-me para o fazer.

A tal câmara da Fujifilm era uma bridge, que é uma câmara de transição entre as compactas mais simples e as DSLR, profissionais e semi-profissionais, portanto conseguia aprender mais técnica, sem ter feito um investimento grande. Para mim, foi uma boa forma de aprender mais a um custo mais baixo e, durante os três anos e meio que me serviu, ajudou-me muito. Claro que, a certo ponto, a Fujifilm não me enchia as medidas por completo e acabei por fazer um investimento maior em Abril de 2017, ao comprar uma DSLR, mas já falamos dela ali em baixo.

Fotografar é algo que exige técnica e prática, mas também é algo que se aprende sozinho com facilidade. Há três anos, partilhei aqui cinco dicas simples, que qualquer pessoa consegue seguir para captar fotografias melhores. Hoje, no entanto, quero partilhar contigo aquilo que me ajudou a melhorar na fotografia e que fez toda a diferença para passar de fotografias fracas para fotografias que me apetece imprimir em tela e expor pela casa.

5 factores que me fizeram melhorar na fotografia

Estudar

Li dezenas e dezenas de dicas em sites blogs e vi também dezenas de vídeos no Youtube, com dicas e tutoriais, e não descansei enquanto não percebi a teoria de forma desenrascada. Tive uma cadeira de Fotojornalismo na licenciatura, onde aprendemos alguma teoria, mas a maior parte do meu conhecimento acabou por vir da procura que fazia sozinha.

Gostava de, um dia, fazer um curso de fotografia, que me permitisse dominar ainda melhor esta arte, mas, para já, tem sido tudo em modo auto-didacta e acho que já me safo bem na captação e estou a aprender a melhorar na edição.

Comprar a Canon 700D

Obviamente, o equipamento que temos não nos torna automaticamente bons em fotografia, mas, para mim, comprar a Canon 700D foi game changer. No momento em que percebi que conseguia pagá-la e que podia comprá-la prometi a mim própria que, para ter uma máquina daquelas, tinha de estar à altura da qualidade dela e, por isso, tinha de trabalhar para que aquele investimento não fosse desperdiçado.

Desde que comprei esta máquina, que vinha com a lente 18-135mm IS STM, só comprei coisas baratinhas para ela: uma fita (para não usar a da marca), três filtros — um filtro UV, que uso quase sempre, para proteger a lente, e dois filtros ND (4 e 8) — e um mini-tripé, de cerca de 30 cm. No entanto há dois investimentos maiores que gostava de fazer, quando for possível: um tripé maior e uma lente fixa, de 24 ou de 50 mm… possivelmente a 50 mm 1.8. Vamos ver se algum dia será possível!

Seguir perfis de fotógrafos nas redes sociais

Ter inspiração e mestres também foi algo que me deu uma nova perspectiva… muitas vezes literalmente. O Instagram foi um grande aliado neste ponto. Sigo perfis de marcas de fotografia, que partilham muitas fotografias e, por vezes, dicas, e também de fotógrafos (profissionais e auto-didactas).

Neste campo, alguns dos meus perfis preferidos são: @joaofarinhafoto, @ggeirinhas, @johnnygrafia, @madebydavidpires, @fragatafilms, @groovypat, @petermckinnon.

Sigo também marcas como: @huaweimobilept, @fujifilmpt, @olympuscameras, @sonyalpha, @canonportugal.

Experimentar, experimentar, experimentar

Aprender não teria servido de grande coisa se não praticasse e acredito que a grande diferença está aí. Testar o que aprendemos, tentar recriar fotografias de que gostamos, procurar fazer fotografias melhores e mais bonitas. Dedicar muito do meu tempo à fotografia teve os seus resultados. Às vezes é chato andar sempre com o peso da máquina atrás (no meu caso a lente pesa mais do que o corpo da câmara), mas quando vejo as fotografias vale sempre a pena.

Gostaste deste conteúdo?

  • Reply
    Andreia Morais
    19/08/2020 at 19:21

    Sempre adorei fotografia e as coisas que vou sabendo também é pela procura autónoma que faço e por seguir perfis de fotógrafos. Comprar a minha Canon também foi um investimento que me mudou, porque dá outra responsabilidade e acho que acaba por te obrigar [não sendo o melhor termo] a assumir o compromisso de melhorar. Porque tem uma máquina desta qualidade, como tu referes e bem, não nos torna automaticamente bons fotógrafos, mas sinto que nos desafia a pensar melhor na fotografia em si.

    Que bela maneira de comemorar este dia *-*

  • Reply
    Carolayne T. Ramos
    19/08/2020 at 22:25

    Wohaaaaaaaaa, adorei essa lista de sugestões 😍 as saudades que eu tenho de sair por aí e fotografar!… Quando posso, uso o telemóvel e edito, mas não é a mesma coisa… E há imenso que quero investir numa câmara semi profissional e, quem sabe!
    Fotografar é uma extensão tão bonita de cada um. E conta tantas histórias!
    Tens aqui ótimas dicas! Até guardei no Pinterest hihi 🌻

    LYNE, IMPERIUM BLOG // CONGRESSO BOTÂNICO – PODCAST

  • Reply
    Leonor Moura
    20/08/2020 at 19:35

    Algo que me fez melhorar muito na fotografia foi começar a levar a máquina para todo o lado o que me permitiu e deu liberdade para explorar os locais através da lente, mesmo os mais inusitados, não me deixando levar pela moleza e “obrigando-me” a fotografar. Como tu, tanto aprender como arranjar material foi fulcral na minha jornada e mudou toda a minha visão sobre a fotografia, tenho uma 50mm 1.8 da marca yongnuo, não é perfeita mas faz o trabalho, é mais barata que a original da canon e é a minha lente de eleição para fotografar! 🙂

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      29/08/2020 at 15:02

      Por acaso recebo muito bom feedback sobre essa lente! Possivelmente, será a minha escolha!

share your theory

%d bloggers like this: