Aldeias Históricas Fotografia

Aldeias Históricas de Portugal: Linhares da Beira

aldeias históricas de portugal linhares da beira

Perto do Castelo de Linhares da Beira, o Waze mandou-nos virar para um caminho de paralelos com uma subida descomunal e eu temi. Não temi pela vida, mas temi pelo nosso Peugeot fraquinho, no qual é preciso realmente meter prego a fundo para que ele não morra em subidas destas. Sobrevivemos à subida e fomos recebidas com muito vento — o normal por aqueles lados.

Depois de termos rumado a Marialva, é altura de te falar da outra Aldeia Histórica que visitámos em 2019: Linhares da Beira. Desta vez o carro ficou mesmo ao lado do Castelo, onde há muito espaço para estacionar, e a entrada foi gratuita.

O Castelo de Linhares da Beira lembrou-me o de Trancoso, pela configuração e pelo facto de, lá dentro, não haver propriamente algo a ver, apenas as vistas, ao contrário do que acontece em Marialva. Linhares tem muito vento, algo que é normal e expectável, não fosse a capital do parapente.

castelo linhares da beira

Linhares da Beira: de vento em popa

Linhares da Beira é uma aldeia pequena do concelho de Celorico da Beira, no distrito da Guarda. De acordo com os Censos de 2011, conta com 259 habitantes, mas foi, em tempos, uma vila e era sede de concelho até o mesmo ser extinto, em 1855.

Linhares da Beira é uma aldeia com uma história rica. Há registos da passagem de povos romanos, visigodos e muçulmanos e até se estima que tenha havido fixação de povos antes dos romanos. No entanto, o ponto principal da história desta aldeia dá-se quando os Cristãos reconquistam estas terras.

O primeiro foral da antiga vila data de 1169 e foi concedido por D. Afonso Henriques. A localização de Linhares era privilegiada e, por isso, importante, uma vez que servia de posto de guarda à Bacia do Mondego. O castelo foi construído numa parte rochosa, em que a altitude chega aos 820 metros de altitude.

linhares da beira aldeia

Pelas ruas de Linhares

Visitar o Castelo de Linhares da Beira foi bom, mas, para mim, foi ainda melhor andar pelas ruas estreitas da aldeia. Logo atrás do Largo do Castelo, toda a aldeia ganha uma vida nova e há restaurantes e uma loja de produtos típicos que vale a pena visita, a Ti’Amélia. Além de produtos regionais, como queijo da serra ou doces, há também várias lembranças que podes comprar. Entrei lá para comprar um íman e fui recebida com simpatia e vontade de conversar.

Além de passear pela aldeia, pode ser uma boa ideia procurares a época de parapente para visitares Linhares da Beira, uma vez que é muito comum encontrares ali praticantes do desporto e até já aconteceram por lá alguns campeonatos.

linhares da beira

Aquilo que era a vila de Linhares da Beira dividia-se, na base do Castelo, numa espécie de triângulo que liga ao Largo da Misericórdia, o Largo de São Pedro, na zona chamada Cimo da Vila, e o Largo da Igreja, junto ao Castelo. Curiosamente, todos estes largos tinham o ponto de comum de se situarem ao pé de igrejas, embora uma delas hoje já não exista.

castelo linhares da beira
castelo linhares da beira

Algo que também encontras facilmente em Linhares da Beira são casas nobres dos séculos XVIII e XIX, onde vês portas e janelas decoradas ao estilo Manuelino. Entre essas casas, algumas pertenciam à comunidade judaica que por ali viviam num espaço separado da comunidade cristã.

Como é típico da região, as casas são em granito e as ruas são estreitas, ideais para te demorares e para procurares cada canto que a aldeia tem para te mostrar.

linhares da beira aldeia

Percursos por Linhares da Beira

Já conheces a GR22? A GR22 – Grande Rota das Aldeias Históricas de Portugal liga as 12 Aldeias Históricas de Portugal por etapas, num percurso circular de cerca de 600 quilómetros. Esta rota, para ser feita a pé ou de bicicleta, é uma das grandes atracções da zona.

Fora caminhadas e bicicletas, para chegares a Linhares aconselho-te ires de carro. Como fomos de Trancoso apanhámos o IP2 até Celorico da Beira, daí seguimos pela N102 até virarmos para a N17, onde chegamos à estrada que nos há-de levar a Linhares. Há algumas curvas, mas é um caminho que se faz bem.

Não recomendo transportes públicos porque a Central Rodoviária, em Celorico da Beira, fica a cerca de 14 km e a Estação de Comboios de Celorico-Gare é a cerca de 19 km.

Pontos de Interesse próximos: Celorico da Beira, Folgosinho.

Aldeias Históricas mais próximas: Trancoso (40 km) e Belmonte (65 km – 47 km, se o percurso for feito pela serra).

Outras Aldeias Históricas já retratadas neste blog: Trancoso, Marialva.

Gostaste deste guia?

Localização: Linhares da Beira, Celorico da Beira
Coordenadas GPS: 40.541328, -7.461230
Preço: entrada gratuita
Acessibilidade: devido à localização e ao piso irregular, não recomendaria a pessoas com mobilidade reduzida

3 Comentários

share your theory

%d bloggers like this: