Retrospectiva Mensal

Outubro: Água na Lua e outras descobertas da humanidade

01/11/2020
outubro 2020

Quando estava a preparar a retrospectiva de Outubro no formato que adoptei este ano percebi que não queria fazê-la. Ou, vá, não queria fazê-la naqueles moldes. Só que eu queria falar de Outubro na mesma. Às vezes sinto que preciso de estar em constante inovação e criação para conseguir sentir-me contente com o que faço e, desta vez, apetece-me dar uma abordagem mais pessoal à retrospectiva do mês, sem ser totalmente pessoal.

Descobertas incríveis: água na Lua e atendimento ao público

Outubro trouxe duas grandes descobertas, absolutamente inesperadas, ambas feitas por uma Sofia. Se isto fosse um podcast agora estavas a ouvir um dos meus ataques de riso imparáveis… e a perguntar-te como é que eu me rio tanto sozinha… e porquê.

Então não é que SOFIA, ou seja, Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy confirmou, pela primeira vez, a existência de água na superfície iluminada da Lua? A notícia foi dada com grande destaque e até te vou deixar o vídeo que a NASA fez sobre o assunto.

Mas a descoberta mais surpreendente foi feita por outra Sofia. Estou há um mês a trabalhar numa clínica veterinária. Quando aceitei o trabalho aquilo que mais temia era a parte fundamental do cargo: atendimento ao público. Eu não gosto propriamente de pessoas e, honestamente, senti-me muito ansiosa com essa parte. Sabes como é que a ansiedade passou? Logo no primeiro dia em que tive de fazer o atendimento sozinha tive uma carga de trabalho absurda, ao ponto de me terem dito que parecia um dia de Verão, cheio de confusão. E sobrevivi.

Três semanas disto e dei por mim a perceber que o consultório onde mais gosto de trabalhar é mesmo aquele onde mais contacto com pessoas. What’s wrong with me? Estarei a confundir gostar de atendimento ao público com gostar de dar festinhas a cães fofos?

O que dizem os astros?

Este mês recebi o meu mapa astral, feito pela @lado.lunar. A leitura, com dezenas de páginas, é muito acessível. Identifiquei-me com a maioria das coisas lá escritas e fiquei a pensar em muitas outras. Mas aquilo que o final de Outubro mais me deu foi vontade de mudança.

Não sei qual foi o alinhamento dos astros, mas a vontade de mudar veio em força e mudei o template do blog e acrescentei um novo tom à paleta de cores. Depois também a vontade de mudar alguma coisa na retrospectiva do mês e, pelo meio, várias questões sobre o conteúdo que estou a produzir e o que me apetece produzir em todo o lado: o que me apetece escrever no blog, o que me apetece escrever fora do blog, as imagens para o Instagram e até outros tipos de conteúdo. Dei por mim a perguntar se devia voltar ao Youtube (concluí que não) ou se era desta que criava um podcast (não, ainda não é em 2020).

Sabes a que conclusão cheguei? À conclusão de que há tempo. Ainda há tempo para falar do que quero falar e para inovar no que quero inovar. Saber respeitar o meu período de adaptação e de re-equilíbrio é o mais importante, mas falaremos disto em breve.

Outubro foi um mês de adaptação (a uma nova rotina, a um novo trabalho), de introspecção (mesmo a preparar a chegada de um novo aniversário) e de segurança (a segurança de quem sabe o que quer e como o vai conseguir). E, entre mudanças, adaptações e muito tempo passado a pensar no que estava a construir para mim, dei por mim a precisar apenas de escrever sobre isso. Sem regras, sem predefinições. Só escrever.

  • Reply
    Andreia Morais
    01/11/2020 at 21:16

    «Às vezes sinto que preciso de estar em constante inovação e criação para conseguir sentir-me contente com o que faço», sinto tantas vezes isto. E, ultimamente, em relação à retrospetiva mensal tem sido uma constante.

    «E sobrevivi» e vais [sobre]viver mais vezes, porque, ainda que soe a lugar comum, vais encontrar sempre um foco de força em coisas que te motivem <3

    Acredito muito que tudo tem o seu tempo certo, mesmo que não o consigamos perceber logo. E, passo a passo, vais descobrir essa inovação que procuras

    • Reply
      Sofia Costa Lima
      03/11/2020 at 22:18

      Oh, o teu comentário, como sempre, conseguiu encher-me o coração! Obrigada por teres sempre palavras tão bonitas para me dizer! 💙

share your theory

%d bloggers like this: